Quem inventou a pipoca?

Os índios preparavam a pipoca de um jeito bem diferente.

Pipoca combina com filme, festa, passeio no parque, lanche com a turma e tarde de brincadeiras. Doce ou salgada, a pipoca é uma delícia que combina com muitos momentos divertidos!

Eu sou tão fã dessa delícia que fiz uma pesquisa e descobri que ela é um alimento que ninguém sabe com certeza como, quando e quem inventou. O que sabemos é que vários povos indígenas do continente americano já faziam pipoca antes mesmo de a América ser descoberta por Cristóvão Colombo (isso aconteceu no ano de 1492).

Como você deve estar imaginando, os índios não tinham fogões, muito menos forno de microondas (eles nem haviam sido inventados). Por isso, para fazer a pipoca, eles colocavam a espiga de milho em um espeto e levavam a uma fogueira.

Os historiadores contam também que havia uma outra receita de pipoca: os índios colocavam os grãos de milho soltos em uma panela de barro, que era cheia de areia quente (o calor da areia fazia milho estourar e virar pipoca).

Na minha pesquisa, eu descobri também que os astecas utilizavam a pipoca até em rituais sagrados e elas serviam de enfeite para as estátuas de seus deuses. O povo asteca vivia na região onde atualmente fica o México desde antes da chegada de Colombo ao nosso continente.

Como aconteceu com diversos alimentos, a pipoca acabou sendo conhecida por outros povos e hoje ela é famosa no mundo inteiro. Hum... Escrever as curiosidades sobre a pipoca me deixou com água na boca. Por isso, neste fim de semana, vou fazer uma sessão de filme aqui em casa e pedir para minha mãe preparar essa gostosura. Até a próxima!

Voltar
seta

Neste matéria você encontra: invenções, nutrição, amigos, história