Como garantir a saúde dos pequenos atletas nos dias de calor
voltar

Como garantir a saúde dos pequenos atletas nos dias de calor

M de Mulher

Não basta só beber água. Confira como evitar a desidratação e a queda do rendimento

Assim que os termômetros começam a subir, os praticantes de atividade física voltam a ficar na mira de um fantasma chamado desidratação. Com os pequenos não poderia ser diferente, mas com um agravante: distraídos, eles só lembram de beber água quando o organismo já esgotou suas reservas. Por isso é tão comum a desidratação em crianças. “Muitas sequer recorrem à água e se valem de bebidas como sucos, chás, isotônicos e até refrigerantes, o que não é recomendado”, avisa a nutricionista esportiva Vivian Ragasso. Para que seu filho não corra esse risco e possa continuar treinando sossegado, mesmo nos dias mais tórridos do verão, siga as instruções da especialista:

Dificuldade para se relacionar com o Grupo

Cuide para que ele carregue sempre uma garrafinha com muita água gelada para o treino e o estimule a beber pequenas quantidades, várias vezes, antes mesmo de sentir sede – ela já é um sinal de desidratação. Por dia, a criança deve ingerir 30 mililitros de água por quilo de peso.

Dificuldade para se relacionar com o Grupo

Dê preferência para a água pura – tudo bem que esteja bem gelada, se ele gostar. Também são indicados água de coco, sucos naturais e chás sem açúcar.

Dificuldade para se relacionar com o Grupo

Isotônicos e suplementos esportivos costumam ser dispensáveis na dieta infantil, mesmo que a criança faça muita atividade física. “Eles só devem ser usados com orientação médica ou nutricional”, alerta Vivian.

Dificuldade para se relacionar com o Grupo

Fuja de tecidos grossos e escuros que dificultem a transpiração. É ela que faz a termorregulação corporal e minimiza o mal-estar durante os treinos.

Dificuldade para se relacionar com o Grupo

Evite expôr a criança ao sol nos horários de maior irradiação, entre 11h e 14h.

Dificuldade para se relacionar com o Grupo

Mesmo que o calor provoque perda de apetite, não permita que seu filho pule refeições. Melhor investir em alimentos mais leves e em menor quantidade, divididos em pequenas porções ao longo do dia: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e uma boquinha antes de dormir.

Este conteúdo foi produzido pelo Estúdio ABC – Abril Branded Content, como parte do especial O Esporte Ensina, e originalmente publicado no MdeMulher.

Tags

Tire Suas Dúvidas

Quais os benefícios da nova fórmula do NESCAU® Prontinho?

Tire essa e muita outras dúvidas acessando nosso FAQ!

saiba mais