Skate estreia na Liga NESCAU® no sábado
voltar

Skate estreia na Liga NESCAU® no sábado

Modalidade que passará a ser olímpica em 2020 chega antes na maior competição estudantil do Brasil

O skate estreia como modalidade olímpica nos Jogos de Tóquio, em 2020. Antes, vai integrar a maior competição estudantil do Brasil. Meninos e meninas irão “radicalizar” neste sábado (19), no Centro Paralímpico Brasileiro (CPB), em São Paulo (SP), durante mais uma rodada da Liga NESCAU®. Serão 200 participantes só no skate. No geral, a etapa vai receber 4 mil crianças e jovens, que competirão também no atletismo, judô, natação e tênis de mesa. Já os esportes adaptados são vôlei sentado, basquete em cadeiras de rodas, atletismo, natação, tênis de mesa, ginástica e bocha.

Pioneira ao inserir o paradesporto e esporte em um mesmo ambiente, a Liga NESCAU® investe em inclusão desde 2017, na disputa da terceira edição. Desta vez, ao invés de levar os estudantes paratletas para os clubes, trará as crianças e jovens sem deficiência para competir e conviver dentro da realidade das pessoas com deficiência e que se dedicam ao esporte. Ao todo, participarão cerca de 3 mil alunos de escolas, associações, ONGs, clubes e instituições de ensino nas modalidades convencionais. Entre os paratletas, a presença chega à casa de mil competidores.

As modalidades paradesportivas com o maior número de participantes são atletismo e natação, ambas com 300 crianças inscritas. Na sequência aparecem bocha (125) e tênis de mesa (100). Entre os esportes convencionais em disputa, o atletismo contará com 1.300 competidores. Completam a lista: tênis de mesa (480), natação (440), judô (420) e skate (200). Na quinta edição, a Liga NESCAU® conta com 12.200 estudantes inscritos para as disputas em três capitais: São Paulo, Porto Alegre e Recife.

370806_914424_351341_846329_jnft2938O handebol é uma das modalidades mais disputadas