Liga NESCAU® chega ao final neste sábado (7) com números superlativos
voltar

Liga NESCAU® chega ao final neste sábado (7) com números superlativos

Maior competição esportiva do Brasil reúne 13.771 alunos/atletas em 3.044 disputas coletivas e individuais durante 1.310 horas de atividade
A quinta edição da Liga NESCAU® começou dia 7 de setembro. Três meses se passaram, nos quais 13.771 crianças e jovens de mais de 500 escolas públicas e privadas, clubes, ONGs e associações praticaram muito esporte. Foram 3.044 disputas em modalidade coletivas e individuais, em 1.310 horas de atividades, o equivalente a 55 dias ininterruptos de exercícios físicos. Neste sábado (7), a maior competição estudantil chega ao fim. E vai ser em grande estilo, com mais de 600 atletas disputando as finais dos esportes coletivos e também do skate, a partir das 9h, no Complexo Esportivo do Pacaembu, em São Paulo. O evento ainda contará com as presenças do maior jogador de futsal da história, Falcão; do ex-ginasta e medalhista olímpico Diego Hypólito; do skatista profissional Foguinho e do influenciador digital especializado em basquete, Fernando Medeiros.

As finais da Liga NESCAU® reunirão mais de mil pessoas ao longo do dia no Pacaembu. Além dos 600 alunos/atletas de 10 a 16 anos, colegas, professores e familiares prometem lotar as arquibancadas no ginásio para torcer. Essa tem sido a tônica nas quatro edições anteriores do campeonato estudantil, tanto nas etapas classificatórias, como na etapa decisiva. “Essa é uma das belezas da Liga NESCAU®: unir as pessoas em torno dos valores que só o esporte ensina. Somos a primeira competição a incluir os paradesportistas nos mesmos dias e ambientes das modalidades convencionais e seguiremos em frente. Em 2019 incluímos dois estados no calendário e vamos crescer mais em 2020”, garante Rodrigo Lopes, head de marketing de bebidas da Nestlé.

Lopes se refere aos estados do Rio Grande do Sul e Pernambuco, que receberam uma etapa da Liga NESCAU® em suas capitais, Porto Alegre e Recife, respectivamente. Até 2018, apenas São Paulo recebia a competição e após a experiência bem-sucedida desta temporada, a expectativa é para a inclusão de mais regiões do Brasil. Outra novidade foi a inclusão do skate, modalidade de que passa a ser olímpica a partir dos Jogos de Tóquio/2020, e da bocha – convencional e paraolímpica. Ao todo foram 19 modalidades: futsal, vôlei, handebol, basquete, atletismo, judô, ginástica, natação, tênis de mesa, skate e bocha, além das adaptadas: vôlei sentado, basquete em cadeira de rodas, atletismo, judô, natação, tênis de mesa, ginástica e bocha. O esporte com maior número de participantes foi o futsal, com 2.160 atletas. Em segundo veio o atletismo (1.919) e, em terceiro, o handebol (1.340).

373766_924485_ftj_7997
Na Liga NESCAU® "todo mundo joga" e "todos ganham medalha"