Prêmio de Criação de Valor Compartilhado

Nestlé Faz Bem

Sete brasileiros estão entre os semifinalistas Entre os mais de 1.000 projetos inscritos, 56 candidatos foram selecionados como semifinalistas do Prêmio de Criação de Valor Compartilhado da Nestlé em 2018, entre eles estão sete brasileiros.

Todas as iniciativas buscam atender a uma crescente necessidade de boa nutrição, água potável e oportunidades econômicas.

Os projetos a seguir, em diferentes localidades do Brasil, têm este potencial de melhorar a qualidade de vida e contribuir para um futuro mais saudável, em linha com o propósito da Nestlé.

Confira os projetos que tem tudo para transformar a realidade de algumas regiões do País:


Conservador da Mantiqueira

PROJETO: Conservador da Mantiqueira

Categoria: Desenvolvimento Rural

Descrição: Restauração Florestal de 1.2 milhão de hectares na Serra da Mantiqueira, em 100.090,02 km² (284 municípios de MG, RJ e SP), baseado no sucesso de um projeto na cidade de Extrema (MG), que se tornou referência em reflorestamento.

Que problema quer resolver: Busca combater secas no sudeste, desemprego rural, desmatamento, degradação do solo, mudanças climáticas e insegurança alimentar, através da restauração florestal e agroflorestal envolvendo trabalhadores e proprietários rurais, prefeituras, ONGs, técnicos agrícolas e florestais e jovens. Clique para saber mais




Inovações socioambientais para uso dos frutos da Palmeira Juçara na geração de alimentos e no fomento da agricultura familiar.

PROJETO: Inovações socioambientais para uso dos frutos da Palmeira Juçara na geração de alimentos e no fomento da agricultura familiar.

Categoria: Desenvolvimento Rural

Descrição: Desde 2010, a CIANO Alimentos Sustentáveis desenvolve tecnologias para uso do fruto da Juçara, usando mão de obra local, gerando renda com preservação da palmeira.

Que problema quer resolver: A Juçara (Euterpe edulis Martius) é uma espécie nativa da Mata Atlântica em extinção devido à extração ilegal do seu palmito, cujo processo de retirada mata a árvore. Ao longo do tempo, a obtenção do palmito por meio do simples extrativismo levou a espécie à lista de flora brasileira ameaçada de extinção (Instrução Normativa MMA n° 6/2008). Ainda hoje, a extração ilegal permanece como uma das principais ameaças à espécie, tanto em unidades de conservação como em áreas particulares. Clique para saber mais




Palmas para o Campo

PROJETO: Palmas para o Campo

Categoria: Água

Descrição: O uso sustentável da água é fator essencial para sobrevivência e desenvolvimento do espaço rural, seja dos seus habitantes ou dos animais. A iniciativa prevê buscar alternativas para a melhor destinação do esgoto do município de Santana do Seridó (RN) , evitar doenças controlando a morte excessiva dos animais, dar condições ao produtor rural de produzir seus alimentos, incentivar o plantio da palma (um cacto muito comum no semiárido que serve de base alimentar dos animais) para uso próprio e revenda do agricultor. Clique para saber mais




Fluid-Sistema-de-deteccao

PROJETO: Fluid: Sistema de Detecção Automática de Vazamentos de água em redes e ramais de distribuição

Categoria: Água

Descrição: Identificar vazamentos reais em redes e ramais de distribuição de forma automática, utilizando técnicas de Inteligência Artificial.

Que problema quer resolver: O Brasil perde 37% da água coletada nos mananciais na distribuição. Com 25% do volume perdido é possível abastecer os 34 milhões de brasileiros que não tem acesso a água portável. Essa perda é detectada por geofonistas, profissionais que andam pelas ruas escutando os encanamentos dos hidrômetros buscando identificar vazamentos. Esse profissional é difícil de se contratar/treinar e a técnica para encontrar vazamentos é pouco eficiente – por isso as distribuidoras não estão conseguindo diminuir suas perdas. Clique para saber mais




Food Super League

PROJETO: Food Super League, um trabalho de ação da comunidade por Gastromotiva no Brasil

Categoria: Nutrição

Descrição: Através de uma abordagem lúdica, as crianças e seus cuidadores aprendem hábitos básicos e habilidades que levarão a uma dieta mais saudável e ao bem-estar.

Que problema quer resolver: No Brasil, a maioria das crianças em comunidades pobres está desnutrida: acima de 48% das crianças, com idade entre 5 e 9 anos, estão acima do peso e mais de 60 mil crianças menores de 1 ano estão lutando contra a desnutrição. O principal problema não é mais o acesso geral aos alimentos, mas a falta de conhecimento dos membros da comunidade mais pobres, especialmente os pais, sobre como processar e cozinhar alimentos frescos, criar misturas de alimentos saudáveis, escolher os ingredientes certos, usar todo o ingrediente, diminuir o consumo de alimentos altamente processados e açucarados. Os alunos da Gastromotiva (GM) realizam um projeto chamado Food Super League (FSL). Usando a imagem dos super-heróis, o FSL educa crianças, pais e funcionários da escola pública sobre como processar e cozinhar com ingredientes frescos enquanto se diverte. Clique para saber mais




Clube de Agricultores e Pescadores

PROJETO: Clube de Agricultores e Pescadores

Categoria: Desenvolvimento Rural

Descrição: Organizar agricultores (as) em grupos, ajudando-os a serem autossuficientes para aumento da produção/conhecimento, renda e acesso aos mercados.

Que problema quer resolver: Esse projeto busca "quebrar" o ciclo de pobreza e de vulnerabilidade que afeta agricultores (as) rurais, que é grande nos municípios do semiárido baiano. O desenvolvimento interno se dá a partir da construção e/ou fortalecimento grupal, formando lideranças; conduzindo treinamentos; implantação de áreas demonstrativas de teste e demonstração de tecnologias e culturas novas; encontros mensais entre os membros, formação de grupos menores de interesses. Clique para saber mais




Produção de café

PROJETO: Produção de café em sistemas agroflorestais por agricultores familiares no Amazonas: um caminho contra o desmatamento no sul do Estado

Categoria: Desenvolvimento Rural

Descrição: Estabelecimento de arranjo produtivo local para a produção de café em agrofloresta, conferindo viabilidade social, ambiental e econômica.

Que problema quer resolver: Apuí, cidade localizada no extremo sul do Amazonas, é estratégica para barrar o avanço da fronteira agropecuária extensiva para dentro do bloco da floresta Amazônica. Apesar de possuir o segundo maior rebanho e a terceira maior área desmatada do Estado, é também uma região onde ainda há 96% de cobertura florestal remanescente e carente de práticas sustentáveis, tudo isso em área do projeto de assentamento JUMA, maior da América Latina. Desta maneira, a adoção de sistemas agroflorestais de base agroecológica vem se mostrando uma estratégia que reduz custos e contribui efetivamente para a melhoria da produção, da vida dos agricultores familiares e para a conservação ambiental da região. O Café Agroflorestal Apuí simboliza uma forma sustentável de produção que prioriza a interação entre um sistema produtivo e floresta. Clique para saber mais




O Prêmio

O prêmio Criação de Valor Compartilhado da Nestlé em 2018, criado há oito anos, apoia empreendedores sociais que abordam os maiores problemas mundiais em nutrição, água e desenvolvimento rural. Os vencedores recebem financiamento crucial para ampliar suas iniciativas e causar um impacto duradouro na vida das pessoas.

Para o prêmio de 2018, a Nestlé realizou uma parceria com a Ashoka, a principal rede mundial de empreendedores sociais em mudança de sistemas e distribui prêmios no valor total de CHF 500.000 (cerca de R$ 1.6 milhão) para ajudar a desenvolver a iniciativa vencedora.

Histórias relacionadas