Nestlé - Faz Bem - Detalhe
Faça seu Login

A Nestlé quer saber mais sobre você e oferecer serviços para ajudá-la no dia-a-dia.

Se você não possui login:

Ir para o conteúdo

Nestlé - Good Food Good Life



nestle

banner_cereais_interna

banner_cereais_interna

Buscar Matéria

Enquete

Ter a companhia de um animalzinho em casa faz parte do seu cotidiano?





Votar

Nestlé

Você está na área de Faz Bem

Saúde e Esporte

Tamanho da letra

A-

A+

Cãibra ou contratura?

Regular Bom Muito Bom Ótimo Excelente

Aprenda a diferenciar uma dor da outra e a se proteger das indesejáveis fisgadas durante sua atividade física preferida.
Durante a atividade física, muitas vezes sentimos dores e imediatamente classificamos aqueles "puxões" como cãibras. Mas nem sempre o problema pode ser denominado assim. Segundo o neurologista Marco Antônio Troccoli Chilia*, o que chamamos de cãibra muitas vezes é apenas uma contratura do nervo.

O médico explica que a cãibra é uma lesão do neurônio motor ou sensitivo, e que a resposta desta lesão é uma dor muscular local aguda. Em outras palavras, toda a contração muscular que acontece quando iniciamos um exercício é comandada por uma descarga cerebral.

"Quando a pessoa sofre uma lesão neurológica, as fibras musculares são lesadas. Ao fazer uma atividade física vigorosa, surgem os sintomas, que são perda de força e agulhadas na região".

Já a contratura acontece devido à ausência de relaxamento dos músculos durante uma prática esportiva exagerada e quando não se está acostumado ao esforço físico exigido no momento. A dificuldade de relaxamento causa enrijecimento das fibras musculares e, consequentemente, a dor.

Em caso de contratura, muitas vezes apenas fazer uma pausa e tomar um copo d?água resolvem o problema. "Mas se for cãibra, não bastam repouso, colocar gelo no local ou até tomar um anti-inflamatório. A dor persiste."

Se as dores são frequentes, é preciso de imediato tomar as seguintes providências: diminuir a carga de exercícios e procurar o médico, que deve indicar atividades que aumentem o condicionamento físico.

O ideal para prevenir as cãibras e as contraturas é fazer um treino adequado ao seu condicionamento físico atual, associando exercícios aeróbicos e anaeróbicos, alimentar-se de forma equilibrada e variada e, se necessário, fazer suplementação vitamínica. Também é fundamental manter-se hidratado durante a atividade física, bebendo água e bebidas isotônicas, e nunca esquecer de fazer alongamento, pois sem ele corre-se o risco de um estiramento das fibras musculares.

A alimentação também é fundamental, pois o relaxamento do músculo requer gasto energético. Algum tempo antes de iniciar uma atividade física deve-se fazer um lanchinho para manter os níveis de glicose: uma barrinha de cereais e uma fruta ou um suco e um sanduíche leve.

"Nos primeiros 45 minutos de exercícios o organismo consome glicose, que ajuda no relaxamento muscular. Só depois desse período o corpo passa a utilizar gordura para manter o metabolismo aeróbico", diz o neurologista.

Ele explica que, ao contrário do que muita gente acredita, a ingestão de potássio não tem o poder de evitar cãibras. "Teoricamente esta substância, presente em grande quantidade na banana, neutralizaria a atividade do neurônio, mas este mecanismo não pode ser controlado. O que ajuda a aliviar as dores de uma contratura, na verdade, é o carboidrato que a fruta contém".

*Fonte: Marco Antônio Troccoli Chilia, neurologista, responsável pelo Ambulatório de Doenças Neuromotoras da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

Assunto:Família

Voltar

Fechar

Enviar para amigo

Comentários

0

SEJAM BEM-VINDOS, VISITANTES!

Gostaríamos de informar que esta área é dedicada ao contato entre leitores e usuários. Em caso de dúvida, entre em contato com o Fale Conosco. A Nestlé pode não publicar ou retirar desta área todos os comentários que julgar inadequados. É importante, também, saber que todos os comentários publicados nesta área são de total responsabilidade dos usuários.

Página 1 de 1


Sites Nestlé:
As informações fornecidas por esse site não são individualizadas, portanto, um nutricionista deve ser consultado antes de se iniciar uma dieta.

Nestlé faz bem

O MINISTÉRIO DA SAÚDE INFORMA: O ALEITAMENTO MATERNO EVITA INFECÇÕES E ALERGIAS E É RECOMENDADO ATÉ OS 2 (DOIS) ANOS DE IDADE OU MAIS. O MINISTÉRIO DA SAÚDE INFORMA: APÓS OS 6(SEIS) MESES DE IDADE, CONTINUE AMAMENTANDO SEU FILHO E OFEREÇA NOVOS ALIMENTOS.
©2014, Nestlé Brasil Ltda. Todos os direitos reservados. Melhor visualização 1024 x 768.